Ecos do Śuddha Dharma

Ecos do Śuddha Dharma

Coletânea de artigos que trazem a lúmen o significado profundo do Suddha Dharma.

Quinta, 26 Setembro 2013 14:15

As Escolhas

Os reiterados pensamentos negativos formam o mesmo processo criativo, incrustando-se em vossos corpos e fazendo parte de vossa vida. O esforço mental, com a constante visualização e desejo  reiterado, inúmeras vezes, dá tremenda força e poder em vossas vidas, desempenham papel determinado em vosso mundo. Os pensamentos doentios tornam- se crônicos e constantes, porque vós próprios os fabricastes e os alimentastes dando-lhes guarida em vosso ser. São as chamadas neuroses, que se instalam viciosamente em vossos corpos inferiores, necessitando de muita força psíquica para desalojá-los.

Quarta, 25 Setembro 2013 13:09

A Ciência da Grande Chama

Brahman é o Absoluto, manifestado através do Cosmo. Deveríamos compreendê-Lo como tal para adorá-Lo como um Ser Imanifestado, entretanto, enquanto não O conhecemos, devemos examiná-Lo e conhecê-Lo para adorá-Lo. Portanto para realizar tal propósito ou alcançarmos o objetivo desta Grande Ciência, devemos pensar em Sua manifestação em forma de uma Grande Chama.

Sábado, 21 Setembro 2013 12:10

Iniciações no Suddha Dharma Mandalam

(As anotações para o texto apresentado a seguir foram tomadas de uma série de dissertações sobre o tema, dadas pelo Pandit K. T. Srinivasachariar, pessoa ilustre e erudita que esteve em contato com os Mestres do Suddha Dharma Mandalam).

INTRODUÇÃO

Todo sistema filosófico que tenha por objetivo guiar a conduta humana, visando ao seu progresso espiritual, deve necessariamente ser constituído por quatro partes essenciais. A ausência de qualquer uma delas tornará todo o sistema dogmático, freqüentemente irracional e fanático, tendente à intolerância, podendo até mesmo levar à violência física, com derramamento de sangue.

Sábado, 21 Setembro 2013 10:51

O Suddha Dharma Mandalam

Neste mundo, composto pela criação animada e inanimada, existe, como a mais nobre de todas as criações, o gênero humano. O homem é uma criatura submetida à influência do curso do tempo em que vive. O mundo, no qual o homem existe, está também sujeito ao curso do tempo, e daí nasce uma correlação entre o homem e o Jagat1. Sendo inerente à natureza do homem estar sempre buscando o progresso, seus esforços estão constantemente influenciados pelas condições do tempo em que vive, assim como sua relação com o Jagat é eterna por causa da correlação existente entre os dois. Assim, o adiantamento ou progresso buscado pelo homem, pode classificar-se em três grupos: o Prakrítico ou material, por conseguinte mundano; o Átmico ou espiritual e o Suddha, puro, genuíno ou referente ao Absoluto.

A ORGANIZAÇÃO DO SUDDHA DHARMA MANDALAM1

O gênero humano, supremo entre os diversos tipos de seres vivos que habitam nosso mundo visível, distingue-se, dos demais seres criados, por causa da natureza constitutiva inata do homem, que é susceptível de desenvolvimento incessante, tendo em vista a faculdade de sua consciência por meio da qual se esforça, continuamente, para alcançar o ideal de beatitude perene. A própria busca desse ideal vem acompanhada de uma alegria, maior ou menor, segundo sejam as qualidades dos meios empregados nela.

«InícioAnt123PróximoFim»
Página 1 de 3